Nesta segunda-feira, o Flamengo fez seu último treino antes da viagem para o Equador, onde enfrentará o Emelec, na próxima quarta-feira (14/03), pela segunda rodada da fase de grupos da Taça Libertadores 2018. A novidade ruim foi o veto do capitão Réver, pelo departamento médico.

Com uma forte pancada recebida na perna direita durante a partida contra o Botafogo, o zagueiro ficou de fora dos jogos contra o Boavista (3 a 0) e Macaé (0 a 1), na tentativa de se recuperar para o próximo duelo na Libertadores. Mas o jogador continua com dores no local e um edema ósseo foi constatado. Logo, os médicos do Mengão não tiveram outra opção a não ser vetar o atleta.

Com o afastamento de Réver, a zaga será provavelmente formada por Rhodolfo e Juan. O restante do time deverá ser o mesmo que enfrentou o River Plate, no empate em 2 a 2 (28/02), no Engenhão.

Embora Rhodolfo tenha jogado bem nas suas últimas participações, a ausência de Réver significa a perda de um líder em campo, além da falta de uma importantíssima opção ofensiva, com as bolas alçadas na área adversária.

Deixe uma resposta