O Flamengo iniciou sua campanha no segundo turno do Campeonato Carioca 2018 mostrando um futebol de campeão. Em noite inspirada no estádio Nilton Santos, o Mengão venceu o time do Madureira por 4 a 0, com várias gratas surpresas para a torcida.

A escalação inicial já trazia novidades esperadas pela galera. No gol, o retorno de Diego Alves, claramente com a intenção de ganhar ritmo de jogo após longo período de inatividade por conta de uma fratura na clavícula. Na lateral direita, outra modificação: Rodinei no lugar de Pará. Por fim, no meio-campo, Jonas substituiu Cuéllar, igualmente com o objetivo de preparar o time para a estreia na Libertadores sem a participação do colombiano, suspenso nas duas primeiras partidas pela Conmebol.

Ao longo do primeiro tempo, domínio total do time rubro-negro, com grande movimentação dos jogadores de frente, principalmente pelo lado direito do campo. Assim, os destaques na primeira metade do jogo foram Éverton Ribeiro e Rodinei, que armaram diversas jogadas e cruzamentos perigosos. Aos 17 minutos, o domínio rubro-negro foi brindado com lindo gol de falta de Diego Ribas, sem chance de defesa para o goleiro Jonathan. Aos 22 minutos, Éverton Ribeiro quase amplia o placar com um chute perigoso do bico direito da área, que passou rente à trave. Finalmente, aos 36, em assistência de Jonas (com atuação surpreendente na primeira etapa), após rebote de um escanteio, Lucas Paquetá aproveitou o cochilo da zaga e marcou o segundo gol do Mais Querido.

No segundo tempo, o domínio flamenguista continuou e Djair, ex-jogador do Botafogo e do próprio Flamengo, nada pôde pra conter o ímpeto do Mengão. Aos nove minutos, após triangulação com Renê, Éverton Cardoso foi derrubado na área e Henrique Dourado converteu seu primeiro gol de pênalti pelo Flamengo, usando seu estilo característico.

 

Aproveite para participar de nossa enquete. Nem precisa se cadastrar para votar!

Quem deveria ser titular no ataque?

Éverton Ribeiro

Vinícius Júnior

Lincoln

Marlos Moreno

 

Aos 13 minutos, o único lance de perigo para o goleiro Diego Alves, que mostrou já estar em forma, rebatendo chute violento da entrada da área. Em seguida, o que se viu foi quase um massacre, com pelo menos quatro oportunidades de gol seguidas. Todos esperavam a goleada chegar. E ela chegou aos 40 minutos, em jogada de grande oportunismo de Vinícius Júnior, depois de grandes defesas do goleiro Jonathan em chutes à queima roupa de Diego e Paquetá. Goleada clássica, 4 a 0.

Destaque negativo da partida ficou por conta de Renê, que novamente decepcionou e vem se consolidando como o “predileto negativo”da Nação.

E é verdade que o time do Madureira não é exatamente um grande desafio, mas a exibição do Mengão deixou a torcida ainda mais animada.

 

OS ARTISTAS DO ESPETÁCULO

Flamengo 3 x 0 Madureira

 

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Rhodolfo e Renê; Jonas (Rômulo), Lucas Paquetá e Diego; Éverton Ribeiro (Vinícius Júnior), Henrique Dourado e Éverton Cardoso.

Técnico: Paulo César Carpegiani

 

MADUREIRA: Jonathan; Filippe Formiga, João Carlos, Edmário e Renan (Leandro Carvalho); Thiago Medeiros, Rezende e Luciano Naninho (Julio Cesar); Ygor, Souza e Douglas Lima (Téssio).

Técnico: Djair

 

Deixe uma resposta