Em jogo amistoso bastante movimentado, o Flamengo venceu o Atlético-GO por 3 a 1, na tarde deste sábado (07/04).

O técnico interino Maurício Barbieri, pressionado a obter um bom resultado, acabou não mudando o esquema tático da equipe rubro-negra e manteve o 4 – 1 – 4 – 1, usado frequentemente por Paulo César Carpegiani. Por outro lado, mexeu em todas as posições do time, como que a procurar as  melhores opções para futuras escalações.

De fato, o primeiro tempo foi terrível, mesmo que a escalação inicial tenha trazido o time considerado por muitos como o time titular (com exceção do goleiro César). A torcida viu um time que ainda parecia treinado por Carpegiani. Embora tenha mantido o domínio da bola durante praticamente todos os 45 minutos iniciais, o Fla continuava com muitas falhas na marcação e jogo horizontal e improdutivo, com raríssimas penetrações. De quebra, tomou um gol (Joanderson) aos 38 minutos, em uma falha incrível do sistema defensivo após cobrança de escanteio pela direita. Como de costume, as poucas jogadas de maior perigo do Mengão saíram dos pés de Éverton Cardoso, jogando na sua posição original, como meia atacante pela esquerda.

Já no segundo tempo, Barbieri mostrou que realmente tem com o que contribuir. A postura da equipe foi completamente modificada e o empate veio logo aos 30 segundos, com um golaço de Diego Ribas. Após assistência precisa de Éverton Cardoso, Diego pegou de primeira na entrada da área, “de chapa”, e mandou no ângulo esquerdo do goleiro. A virada veio aos três minutos. Após nova jogada de Éverton Cardoso pela esquerda, Éverton Ribeiro chutou cruzado e a bola bateu no braço do lateral adversário. Henrique Dourado mostrou que pênalti ele sabe mesmo bater, virando o placar. Aos 26 minutos, Diego roubou uma bola na intermediária adversária, partiu em direção ao gol, driblou um zagueiro e marcou outro golaço com uma “cavadinha” por sobre o goleiro Kléver.

Com um primeiro tempo para esquecer e um segundo tempo bastante promissor, Barbieri vem tentando impor sua filosofia de trabalho enquanto não ocorre a definição do treinador, o que deve acontecer nesta semana.

OS ARTISTAS DO ESPETÁCULO

ATLÉTICO-GO 1 X 3 FLAMENGO

Atlético-GO: Klever, Alisson (Luan), William Alves, Renê e Bruno Santos; Romulo, Warian (João Paulo), Fernando e Tomás Bastos (Pablo); Julio Cesar e Joanderson (Tito).  Técnico: Cláudio Tencatti.

Flamengo: Cesar (Julio Cesar), Rodinei (Pará), Réver (Léo Duarte), Juan (Thuler) e Renê (Trauco); Cuéllar (Jonas); Lucas Paquetá (Vinicius Júnior), Diego (Jean Lucas), Everton Ribeiro (Willian Arão) e Everton (Marlos); Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri.

Foto: www.flamengo.com.br

Deixe uma resposta