Com uma atuação irreconhecível, o Flamengo perdeu para o Botafogo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã.

Carpegiani mudou demais a equipe e usou um esquema 4 – 3 – 2 – 1, bem diferente do habitual. Pará, Rhodolfo, Wiliam Arão e Vinícius Júnior iniciaram a partida e Éverton Cardoso foi deslocado para a lateral esquerda. De todas as mudanças, apenas a entrada de Wiliam Arão não agradou a torcida. No início, Vinícius Júnior pela direita e Lucas Paquetá pela esquerda.

Mas o fato é que o time não conseguiu impor seu ritmo ao time do Botafogo e as jogadas de perigo no primeiro tempo foram restritas a lances de bola parada.

O castigo veio aos 38 minutos em rápida jogada pela direita. Com a falha de marcação de Lucas Paquetá, um cruzamento de Marcinho pela direita encontrou Luiz Fernando livre, que arrematou sem chance de defesa para Diego Alves. Sem inspiração, o Botafogo controlou o jogo até o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Flamengo voltou com Cuéllar e Geuvânio nos lugares de Jonas e Wiliam Arão, este o pior jogador rubro-negro do primeiro tempo, errando praticamente tudo o que tentou. E as mudanças trouxeram mais consistência ofensiva, com o Flamengo empurrando o Botafogo para o seu campo. Mas o Flamengo apenas rondava a área alvinegra, sem jogadas de infiltração. Nas bolas paradas, Réver ainda levava algum perigo. Henrique Dourado quase marca de cabeça, mas a bola parou na trave direita de Jefferson, que foi o melhor jogador da partida, com pelo menos três boas defesas. Pelo lado rubro-negro, Diego foi um dos poucos que se salvaram.

Com a derrota, o Botafogo se credenciou para a grande final Carioca, contra Fluminense ou Vasco, que jogam amanhã.

Agora, a pressão se concentra sobre a Libertadores. E a Nação não aguentará outro vexame.

OS ARTISTAS DO ESPETÁCULO

FLAMENGO 0 X 1 BOTAFOGO

Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Rhodolfo e Éverton Cardoso; Jonas (Cuéllar) e Wiliam Arão (Geuvânio); Vinícius Júnior, Diego e Lucas Paquetá (Marlos Moreno); Henrique Dourado.

Técnico: Paulo César Carpegiani.

Botafogo: Jefferson; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso e Marcelo; Renatinho (Marcelo Benevenuto), Leonardo Valência (Rodrigo Pimpão) e Luiz Fernando; Brenner (Pachu).

Técnico: Alberto Valentim.

Foto: www.flamengo.com.br

Deixe uma resposta