O último jogo oficial de Adriano ocorreu em 2016, pelo Miami United, dos Estados Unidos. No entanto, a torcida do Flamengo ainda espera um glorioso retorno do Imperador, artilheiro e campeão brasileiro pelo Mais Querido em 2009.

Após acerto com a Diretoria, o jogador vem treinando fora das dependências do clube, mas sob supervisão de profissionais rubro-negros. Acompanhamento psiquiátrico teria sido sugerido pelo presidente Eduardo Bandeira de Melo, mas ainda não teria sido iniciado.

O clube da Gávea declara apoio total na recuperação do atleta, mas não faz planos específicos ou estabelece prazos para a sua incorporação no elenco rubro-negro.

Deixe uma resposta